: 4 depoimentos sobre a educação transformadora viabilizada pelo Instituto Energia do Saber.
TELEFONE: (11) 3895-4716
Instituto

4 depoimentos sobre a educação transformadora viabilizada pelo Instituto Energia do Saber.
Para nós, é impossível falar de educação sem falar de transformação. Sem falar de afeto, de conexão, de aprendizado mútuo e evolução.
Hoje são 223 crianças e adolescentes que frequentam o Instituto e vivem na prática nossos pilares: Protagonismo, Coerência, Coletividade e Educação para o mundo.
Nesse artigo vamos falar sobre diferentes narrativas que retratam a transversalidade da nossa metodologia que perpassa a sala de aula e o convívio escolar e reflete na vida dos alunos, alunas e educadores e educadoras do Colégio Plenitude (mantido pelo Instituto Energia do Saber).


  • Conquistei uma oportunidade de trabalho.
    Meu nome é Willian Henrique da Conceição, moro na comunidade da Vila Nhocuné - SP e tenho 15 anos. Sou um aluno do Colégio Plenitude, beneficiado pelo Instituto Energia do Saber.
    Eu gosto da atenção que as professoras dão para todos os alunos, sempre estão dispostas a ajudar. O diferencial já começa na maneira de ensino, pensando no futuro e oferecendo conselhos, além do encaminhamento para o Programa Jovem Aprendiz.


Sobre o impacto do Instituto Energia do Saber na minha vida:

O Colégio dá oportunidade e esperança para pessoas que às vezes devem pensar que não podem ter futuro por morar em uma comunidade. Eu sou uma prova disso, porque eu iria ter um ensino péssimo, além de ter que lutar bastante para ter minhas coisas, mas eles me mostraram que iria ser diferente e hoje eu vejo que foi diferente. A minha realidade é a realidade de quem não teve uma oportunidade como eu tive. O Instituto é importante para que pessoas como eu tenham oportunidades de crescer na vida e não façam coisas erradas.
"Eu quero agradecer ao Instituto primeiramente por ter me dado a oportunidade de estudo. Agradecer também por ter me ajudado a chegar onde estou hoje, pela oportunidade de trabalho e todo apoio emocional."


  • Adoro as aulas de teatro e as conversas sobre a vida!
    Sou a Ana Carolina de Souza Almeida, tenho 14 anos, moro na Vila Nhocuné e sou aluna do Colégio Plenitude, beneficiada pelo Instituto.
    Gosto muito dos professores, eles são muito atenciosos com cada aluno, a metodologia deles é ótima e sempre estão dispostos a ajudar. Quando não entendemos alguma coisa da matéria, eles usam todo o tipo de método para que possamos entender, como vídeos, imagens e filmes. Além da interação que acontece na sala de aula.
    Com certeza o Colégio é totalmente diferente das escolas do bairro. A forma de ensinar é diferente e os professores se importam com a gente.
    Amo cada espaço da escola e as aulas de teatro. Adoro quando tem aula e conversamos sobre assuntos relacionados à vida.





Sobre o impacto do Instituto Energia do Saber:

O Colégio Plenitude é muito importante pra mim porque é a escola que eu estudo desde que eu tinha 6 anos. Lá eu fiz meus primeiros amigos, aprendi a ler e escrever, sem contar as lembranças que eu tenho de vários momentos inesquecíveis.
"O Colégio me proporcionou oportunidades únicas e com certeza é a melhor escola da região."


  • Vivenciamos um aprendizado único
    Meu nome é Giovanna Cristina Candido Rocha Moreira, moro em Itaquera, Zona Leste de São Paulo e sou aluna do Colégio Plenitude, beneficiada pelo Instituto.
    Gosto bastante dos professores e da metodologia do Colégio, que faz o aprendizado ficar 100% compreensivo.
    Na escola, eu gosto bastante de estudar todas as matérias e brincar com os meus colegas nos horários livres.


Sobre o impacto do Instituto Energia do Saber:

O Colégio Plenitude é muito importante para mim e para todos os alunos que estudam nele, pois nos proporciona uma educação diferente, guiada por nossas atitudes e orientada pelos nossos professores.
Obrigada pelo apoio e pelo ensino, que é perfeito! Obrigada aos professores e professoras que, em meio a uma pandemia, conseguiram manter as alunas e os alunos em um foco importante, que é a escola e a educação.
"O empenho de todos no Colégio é visível e isso só me dá mais certeza de que estou na escola certa. Gratidão ao Colé. Sou grata por tudo que o Colégio Plenitude me proporcionou e me ensinou até hoje."


  • Estou acompanhando crianças e adolescentes no processo de criação de suas próprias vidas.
    Matheus Cosmo, professor de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, também descreveu sua experiência como educador, veja a seguir.
    Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, aceitei fazer parte da equipe de profissionais do Instituto Energia do Saber no início deste ano (2021). Já nos primeiros contatos percebi seu maior diferencial: a atenção e a escuta sempre aberta aos estudantes; o entendimento de que, mais do que alunas e alunos, recebemos diariamente pessoas que estão em processo de formação de sua personalidade e visão de mundo.


Ao contrário da ideia de professor como alguém que ensina, mas na figura docente como alguém que acompanha, sinto diariamente que estou acompanhando crianças e adolescentes no processo de criação de suas próprias vidas. Meu trabalho não é o de fazer escolhas por elas e eles, mas de fornecer o maior número possível de elementos para que suas escolhas sejam as mais certeiras possíveis. Meu trabalho não é o de fornecer respostas, mas o de ajudá-las e ajudá-los a formular as melhores perguntas: aquelas que resultem em outras perguntas, ainda maiores, ainda melhores, ainda mais interessantes. Meu trabalho é o de dizer a crianças e adolescentes que elas e eles não são seus pais, nem seus tios, vizinhos, amigos, avós ou professores; eles também não são seu bairro, nem a falta de dinheiro, nem o aperto com as contas, mas, sim, o que eles escolhem fazer com tudo isso. Auxiliá-las e auxiliá-los neste processo talvez seja o princípio de um caminho de emancipação – e de emancipação de si mesmos  e mesmas também.
Ainda que muitos desconfiem do trabalho docente, revelar as contradições por trás de cada discurso continua sendo uma das premissas da prática em sala de aula. Para isso, a análise deve ser construída entre a aproximação e o distanciamento, tal como se faz com objetos literários e obras de arte. Porque ser professor, neste momento do século, também é ser artista a cada manhã.

"Certamente, o Instituto Energia do Saber, por meio do Colégio Plenitude, vem sendo um dos palcos mais generosos a um público a quem parece ter sido negada a entrada nos grandes teatros. Ser professor é também mostrar a todas aquelas crianças que todas as poltronas da velha plateia podem ser ocupadas por elas, enquanto, juntos, pensamos na criação de um novo palco, em que se brilhe a vida, enfim."


Gostou do artigo?
Contribua para continuarmos gerando impactos como esses por meio de uma doação